Notícias Cotrisoja

Fique por dentro do que acontece no mercado agrícola regional, nacional e internacional

19/06
Trigo moderno não depende de alto uso de pesticidas

Trigo moderno não depende de alto uso de pesticidas

O mito de que as variedades modernas de trigo dependem mais da aplicação de pesticidas e fertilizantes é desaprovado por novas pesquisas publicadas na Nature Plants. O principal autor, Dr. Kai Voss-Fels, um pesquisador da Universidade de Queensland (UQ), na Austrália, disse que as variedades modernas de culturas de trigo realmente superam as velhas variedades.

“Existe um ponto de vista de que a seleção e a criação intensiva de cultivares de trigo de alta produtividade, usadas em sistemas agrícolas modernos, também tornaram o trigo moderno menos resistente e mais dependente de produtos químicos para prosperar. No entanto, os dados mostram inequivocamente que as variedades modernas de trigo superam as variedades mais antigas, mesmo em condições de quantidades reduzidas de fertilizantes, fungicidas e água “, afirmou. disse o Dr. Voss-Fels.

Voss-Fels disse que as descobertas podem ter implicações potencialmente importantes para aumentar a produtividade dos sistemas de agricultura orgânica. “Tem sido amplamente assumido que as cultivares de trigo mais antigas são mais robustas e resilientes, mas na verdade são cultivares modernas que apresentam melhor desempenho sob condições ótimas e abaixo do ideal”, comenta.

No entanto, dado que os rendimentos globais de trigo foram reduzidos devido a secas nos últimos anos e um maior risco climático é antecipado no futuro, a resistência das variedades modernas de trigo é um problema de importância global. O programa é dirigido pelo professor Rod Snowdon da Justus-Liebig-University Gießen (JLU), que também é professor honorário da UQ, em colaboração com outras sete universidades alemãs.