Notícias Cotrisoja

Fique por dentro do que acontece no mercado agrícola regional, nacional e internacional

09/12
Soja se encaminha para final do plantio no Rio Grande do Sul

Soja se encaminha para final do plantio no Rio Grande do Sul

Com 88% da área projetada para a soja no Rio Grande do Sul já semeada, o plantio se encaminha para a finalização. Nas lavouras de soja já implantadas, a germinação e o desenvolvimento vegetativo apresentam ótimas condições, com plantas sadias e vigorosas. Não há registro de ataques de pragas. De acordo com o Informativo Conjuntural elaborado pela Emater/RS-Ascar, na Fronteira Noroeste, em especial na costa do Rio Uruguai, 50% da área de soja está semeada dentro do calendário previsto no Zoneamento Agroclimático; o restante será em final de janeiro de 2017, após a colheita do milho plantado no cedo e que ocupou uma área muito elevada neste ano na região. As áreas que serão semeadas em janeiro são consideradas como safrinha de soja, cujo plantio não pode ser financiado e nem coberto com Proagro.

O feijão 1ª safra apresenta diferentes potenciais produtivos. Nas localidades onde as chuvas foram adequadas, a cultura se encaminha para o enchimento de grãos e maturação. Nos locais de maior déficit hídrico, há redução da capacidade produtiva. Todavia, no geral, o aspecto das lavouras é bom. As áreas semeadas no início de agosto são colhidas, com produtividade considerada boa, de 1.200 a 1.300 kg/ha.

No milho, a situação das lavouras varia de região para região, em função da quantidade de chuvas nas últimas semanas, e em função também do tipo de solo, pois em solos rasos o estresse hídrico é sentido mais rapidamente do que em áreas com solo profundo. No geral, as lavouras apresentam boas condições de desenvolvimento/formação de grãos, com boas perspectivas de produtividade. Técnicos da Emater/RS-Ascar preveem boa oferta de milho já a partir de dezembro, o que pode levar à redução do preço pago ao produtor.

Fonte: Emater/RS