Notícias Cotrisoja

Fique por dentro do que acontece no mercado agrícola regional, nacional e internacional

16/09
Soja: Com mercado de lado na CBOT e queda do dólar, preços cedem nos portos brasileiros

Soja: Com mercado de lado na CBOT e queda do dólar, preços cedem nos portos brasileiros

O mercado internacional da soja caminha de lado na Bolsa de Chicago na sessão desta quarta-feira (16). Acompanhando a conclusão da nova safra norte-americana e de olho nas notícias que chegam do mercado financeiro – as quais são positivas hoje, principalmente as que chegam da China – os traders procuram um ponto de equilíbrio para as cotações e o que se observa na CBOT é, novamente, um pregão calmo e de pouca movimentação.
Assim, por volta das 13h20 (horário de Brasília), o contrato novembro/15 era cotado a US$ 8,86 por bushel, perdendo 2,50 pontos. Já o maio/16 vinha a US$ 8,93, com queda de 1,75 ponto. Essas são posições de referência, respectivamente, para as safras dos EUA e do Brasil.
Com um mercado morno em Chicago e o dólar recuando frente ao real nesta quarta, os preços da soja nos portos brasileiros também cedem ligeiramente.
Ao mesmo tempo em que a moeda norte-americana perdia 0,93% e vinha cotada a R$ 3,822, em Paranaguá, a soja disponível valia R$ 81,00, recuando 1,22%, e em Rio Grande, R$ 83,80, com baixa de 0,24%. Já para o produto da safra nova, os preços eram de R$ 82,00 – com uma alta, apesar do quadro, de 2,50% no terminal paranaense, enquanto no gaúcho perdia 0,61% para R$ 81,50/saca.