Notícias Cotrisoja

Fique por dentro do que acontece no mercado agrícola regional, nacional e internacional

10/08
Seminário do Leite Cotrisoja se consolida na região

Seminário do Leite Cotrisoja se consolida na região

Com um número cada vez mais expressivo de participantes e parceiros, a segunda edição do Seminário do Leite Cotrisoja se consolida como um evento referência sobre o tema na região de atuação da Cooperativa.

Mais de 250 pessoas entre associados, produtores, clientes e estudantes participaram do Seminário do Leite Cotrisoja, que aconteceu no dia 09 de agosto, na Afuco em Tapera. No discurso de abertura, o presidente do Conselho de Administração, José Gilberto Seibel falou sobre a importância do evento: A cadeia produtiva do leite é uma das principais atividades da Cooperativa. Traz benefícios econômicos para a Cotrisoja, para as famílias dos associados e também para a região. Trabalhamos juntos com o produtor o ano inteiro para que possamos cada vez mais crescer e fortalecer a atividade”.

Produção Forrageira como Base de um Sistema de Produção de Leite de Alta Eficiência Econômica. Este foi o tema da primeira palestra do evento, ministrada pelo engenheiro agrônomo, Luís Otávio da Costa de Lima: “Produzimos o volumoso na propriedade e o desafio é fazer isso com excelência. Agronomicamente, 70% das nossas áreas não apresentam condições de ter alta produção vegetal, então correção de fertilidade de solo é, sem dúvida, a primeira etapa. A segunda etapa é o desafio de fazer a vaca consumir o pasto com eficiência. Depois destas duas questões resolvidas, ai sim pode-se galgar alta produtividade com o concentrado. Então nesse momento ração vale muito a pena, é preciso usar o concentrado para obter alta produtividade”.

A segunda palestra do dia, Estratégias Essenciais para Promover A Saúde e Auto-Desempenho da Terneira, foi apresentada pela médica veterinária, Cristiane Azevedo: Temos que pensar que a terneira é a nossa futura vaca em lactação. Precisamos conduzir vários passos com excelência para colher os frutos quando esta terneira virar uma novilha e entrar em lactação, para que possamos tirar o máximo de leite desse animal. Entendemos pelo lado do produtor que é uma fase de custos, de investimentos porém, estes investimentos, com certeza, irão se pagar. Deveremos seguir todos os passos da melhor forma possível. O segredo de tudo isso são as pessoas amar muito a atividade, tem que gostar demais porque a terneira é uma categoria muito delicada, exatamente igual a um bebe. Então temos que entender o comportamento, os sinais da terneira, se ela está com dor, se ela está com fome, se está doente. Isso é amor, é paciência, é comprometimento, é rotina. Tem que fornecer o leite quente, forrar a baia, ter água disponível. O que faz diferença não é uma mega infraestrutura e sim as pessoas. Eu atendo bezerreiros simples, porém limpos, higiênicos, onde os umbigos das novilhas são muito bem desinfetados, a colostragem é muito bem conduzida, o diagnostico é precoce, onde existe uma preocupação com a hidratação da terneira. Então o que realmente faz a diferença é o trabalho das pessoas. Tenho certeza que objetivo da Cotrisoja com um evento como este é trazer informação, é trazer conhecimento que tenha aplicabilidade prática. Acredito que temos que ter a busca pelo aprimoramento continuo. Para termos resultados diferentes, temos que ter condutas diferentes”.

O diretor comercial de grãos e insumos da Cotrisoja, Tiago Seibel, destacou a participação da Cooperativa no mercado da atividade leiteira: “Sabemos a importância que a cadeia do leite traz para a nossa região e toda a renda que ela deixa aqui também para o nosso associado. A Cotrisoja mais uma vez larga na frente oportunizando um evento desta magnitude, onde foram apresentadas informações, novas tecnologias que podem ser usadas nas propriedades para complementar e melhorar a rentabilidade de cada associado produtor de leite”.

Logo após o meio dia, a médica veterinária Eveline do Carmo, apresentou o tema Impacto da Mastite na Rentabilidade da Propriedade: Muitas vezes tratamos a mastite como um assunto secundário dentro do rebanho, porém é uma doença que tem um impacto financeiro muito grande na propriedade. Nosso objetivo é que exista este despertar e o produtor entenda a mastite como um grande problema. A Cotrisoja está de parabéns por promover este evento. A busca pelo conhecimento é extremamente importante para que façamos a diferença lá no campo. Com um mercado tão competitivo, o conhecimento sempre será o diferencial das propriedades que ficarão no mercado e que terão negócios de sucesso”.

No encerramento, o gerente de varejo, Alexi Loesch, que também é um dos idealizadores e organizadores do evento, fez um balanço positivo do encontro: “Este é um evento importantíssimo para a Cooperativa e para a economia da região. Estamos muito satisfeitos, ficamos contentes pela forma como planejamos e trabalhamos para a realização deste encontro e pela resposta que tivemos do nosso associado. É uma satisfação muito grande e com a sensação de dever cumprido, entendemos que conseguimos oportunizar informações e uma riqueza de dados para o nosso produtor. Reunimos produtores que são referência estadual na atividade leiteira, profissionais renomados, empresas parceiras, enfim, agregamos todas estas oportunidades para que o associado pudesse usufruir e levar para casa todas as informações e conhecimento que ele veio buscar neste evento de hoje”.

O Segundo Seminário do Leite Cotrisoja contou com o apoio das empresas PNI Nutrição Animal, Bayer, Basso Pancote, Intersul, MSD, Biofórmula, Resolpec, Diamajú, Ouro Fino, Yes Biotecnologia em Nutrição Animal, Map Sul, Dispra, Genex e CCGL.