Notícias Cotrisoja

Fique por dentro do que acontece no mercado agrícola regional, nacional e internacional

04/04
ORQUÍDEAS: AS AMIGAS DE TODOS OS DIAS

ORQUÍDEAS: AS AMIGAS DE TODOS OS DIAS

Crianças e flores necessitam de cuidados e principalmente de carinho para crescer e se desenvolver de forma saudável, oferecendo ao ambiente e às pessoas uma vida mais bela, alegre, perfumada e mais colorida. Em Linha Floresta, Selbach/RS, essa relação está comprovada na prática.

Na juventude, as crianças eram seu estímulo, quando sua missão era alfabetizar seus alunos de 1ª série. Em 1995, quando os filhos já estavam grandes, estudando, a professora Maria Amália Flach se aposentou.

“E agora, com todo o tempo sem atividade, o que vou fazer, pois estava acostumada a trabalhar o dia todo na escola. Precisava buscar uma ocupação que me envolvesse o tempo e me proporcionasse prazer e também algum retorno financeiro”, disse Amália.

Ao entrar no orquidário, um ambiente calmo e tranquilo aos fundos da casa, ouve-se o som suave de um rádio que permanece ligado o dia inteiro em meio às plantas. “Aqui é um pedacinho do paraíso onde cantam pássaros e saracuras, lagartos vêm passear e tomar seu banho de sol. É um local de descanso onde deixo meu stress e cansaço. Antes de qualquer trabalho, é indispensável uma visita às minhas amigas”.

“Eu ingressei no cultivo de orquídeas após ouvir que algumas senhoras de Linha Floresta já cultivavam. Como eu gosto de flores, pensei, vou também tentar cultivá-las em vasos. Eu já tinha algumas poucas. Então, iniciei devagar. Mas foi a partir de 2000 que intensifiquei minha atividade, como hobby e comércio. Fui comprando vasos e fazendo mudas. Hoje tenho mais de 200 vasos de diversos tamanhos: pequenos e grandes, sortidos e exóticos e espécies variadas: catlerja, cimbídios e muitas outras”.
“A atividade com orquídeas gera muitas amizades, incluindo entre quem cuida delas e as plantas e entre os apreciadores dessa bela flor. Ela é muito grata como qualquer outra flor”.

Amália integra a Associação dos Orquidófilos de Selbach, conhecida como a “Cidade das Flores”. A família também auxilia no cuidado com as plantas. “É um trabalho estimulante e é motivo de estudo e aprendizagem. Muitas vezes preciso dizer a elas: Se comportem porque eu fiz a minha parte”.

Para a família de Amália “a Cooperativa é uma segurança para o agricultor/associado. É orientação segura para os negócios”. Ela ainda diz que “me orgulho de participar de uma entrevista quando a Cotrisoja completa 50 anos. Então, parabéns” e conclui dizendo que “a orquídea é como o amor: se não souber cuidar ela morre”.

O lidar com orquídeas deixa as pessoas mais sensíveis, tranquilas e calmas.

MATERIA ORQUIDEAS  (1)

MATERIA ORQUIDEAS  (2)

MATERIA ORQUIDEAS  (4)