Notícias Cotrisoja

Fique por dentro do que acontece no mercado agrícola regional, nacional e internacional

09/10
Na CBOT, soja volta a testar o lado positivo da tabela nesta 2ª, mas permanece próxima da estabilidade

Na CBOT, soja volta a testar o lado positivo da tabela nesta 2ª, mas permanece próxima da estabilidade

Os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago (CBOT) voltaram a testar o lado positivo da tabela ao longo da sessão desta segunda-feira (9). As principais posições da commodity exibiam ligeiras altas entre 1,50 e 1,75 pontos, por volta das 12h06 (horário de Brasília). O novembro/17 era cotado a US$ 9,74 por bushel e o janeiro/18 a US$ 9,84 por bushel.

Apesar da movimentação positiva, as cotações da oleaginosa permanecem próximas da estabilidade. Isso porque, segundo os analistas, o mercado ainda opera de maneira técnica diante dos fundamentos já conhecidos e da falta de novas informações.

“A movimentação é basicamente técnica. Em termos fundamentais, o mercado segue ligado em questões climáticas, com o excesso de chuvas em extensas áreas de colheita nos EUA e chuvas irregulares no Brasil”, informou a Granoeste Corretora de Cereais em seu comentário diário.

No caso dos EUA, até a semana anterior, cerca de 22% da área semeada nesta temporada já havia sido colhida, segundo levantamento do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos). Devido ao feriado do Dia do Colombo, comemorado nesta segunda-feira (9) no país, o órgão atualiza as informações nesta terça-feira (10). O boletim de embarques semanais também será reportado amanhã.

“Além disso, os participantes do mercado começam a olhar com mais atenção para o plantio no Brasil. No Centro-Oeste ainda temos a irregularidade das chuvas e no Sul há o excesso de precipitações, o que é um ponto levemente positivo aos preços em Chicago”, destaca o consultor de mercado da Brandalizze Consulting, Vlamir Brandalizze.

Outro fator que também deve movimentar o mercado essa semana é o reporte do boletim de oferta e demanda do USDA. O relatório será reportado na próxima quinta-feira (12).

Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas