Notícias Cotrisoja

Fique por dentro do que acontece no mercado agrícola regional, nacional e internacional

08/01
Milho

Milho

A lavoura do milho apresenta características intrínsecas que permitem o seu posicionamento entre as mais propícias e adequadas à agricultura de subsistência. Em condições normais de cultivo, a partir de cerca de 80 dias após a emergência das plantas, já se é possível a obtenção do “milho verde”, a base de alimentos humanos como milho cozido, pamonha, curau, bolos, etc. e de forragens com a parte aérea da planta disponibilizada diretamente aos animais ou ainda através de sua ensilagem, possibilitando a conservação de forragens a serem utilizadas em ocasiões de déficits alimentares.

De uma maneira geral, a colheita da lavoura de milho é realizada entre 125 e 160 dias após a emergência, dependendo do ciclo da cultivar utilizada e da época de semeadura. Teoricamente, o milho pode ser colhido a partir da maturação fisiológica dos grãos (momento em que o grão se apresenta com uma camada escura na inserção com o sabugo), entretanto, recomenda-se colher a lavoura quando os grãos estiverem com percentuais de umidade entre 15 e 25, observando-se que, para umidades acima de 18 %, tornar-se-á necessário, a posterior secagem dos grãos.

Fonte: Agraer MS