Notícias Cotrisoja

Fique por dentro do que acontece no mercado agrícola regional, nacional e internacional

12/01
Mercado se ajusta antes do reporte. Soja tem estabilidade nesta 5ª feira na Bolsa de Chicago

Mercado se ajusta antes do reporte. Soja tem estabilidade nesta 5ª feira na Bolsa de Chicago

O dia é de relatório do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) e o mercado da soja na Bolsa de Chicago, na manhã desta quinta-feira (12), se comporta como tal. À espera dos novos dados, os futuros da soja operam com estabilidade, com o janeiro/17 subindo 0,25 ponto e os demais contratos, entre os mais negociados agora, perdendo pouco mais de 2 pontos.

No radar dos traders estão as expectativas para o boletim mensal de oferta e demanda e, paralelamente, as projeções para o trigo de inverno dos Estados Unidos, para o qual se espera uma significativa redução de área nesta temporada em relação à anterior, podendo alcançar a menor desde 1913.

Há ainda os números dos estoques trimestrais de grãos norte-americanos a serem trazidos pelo USDA e que podem, segundo analistas internacionais, trazer alguma volatilidade mais acentuada para as cotações.

Expectativas para o USDA

Estoques Americanos – A média esperada para os estoques finais de soja norte-americanos é de 12,74 milhões de toneladas, e menor do o número do reporte anterior de 13,06 milhões de toneladas. Em contrapartida, o total esperado é bem maior do que os estoques de 2015/16 de 5,36 milhões de toneladas.

Estoques Mundiais – No quadro mundial, são esperados estoques finais de de soja em 82,5 milhões de toneladas, praticamente em linha com o número anterior de 82,9 milhões de toneladas. O mercado espera algo que fique entre 79,6 milhões e 84,8 milhões de toneladas. Na temporada anterior, a última projeção indicava 77,2 milhões de toneladas.

Estoques Trimestrais Americanos – Os estoques trimestrais de soja dos EUA em 1º de dezembro de 2016 são esperados, na média das expectativas, em 80,31 milhões de toneladas. As projeções têm um intervalo entre 75,8 milhões e 84,89 milhões de toneladas. Na mesma data e 2015, os estoques americanos eram de 73,89 milhões e, em 1º de setembro de 2016, 5,36 milhões de toneladas.

 

Fonte: Notícias Agrícolas