Notícias Cotrisoja

Fique por dentro do que acontece no mercado agrícola regional, nacional e internacional

27/07
Máquinas Agrícolas: Cientistas criam pulverizador inteligente

Máquinas Agrícolas: Cientistas criam pulverizador inteligente

Pesquisadores do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) e da Faculdade de Ciências Alimentícias, Agrícolas e Ambientais da Universidade Estadual de Ohio (CFAES) desenvolveram o primeiro sistema de pulverização inteligente do mundo. De acordo com Erdal Ozkan, professor de engenharia agrícola da CFAES, a nova tecnologia permite uma aplicação mais eficiente que o sistema tradicional.

“Usando pulverizadores convencionais, os produtores simplesmente ligam o pulverizador em uma extremidade da fileira das plantas e param de pulverizar na outra extremidade. Ainda estamos usando o mesmo tipo de pulverizadores projetados há mais de 60 anos.  Aplicar uma taxa fixa de pesticidas continuamente, independentemente das variações nas condições-alvo, não é mais um princípio que podemos praticar”, explica.

Segundo os criadores, a economia para os produtores que utilizarem o pulverizador inteligente pode chegar a cerca de US$ 230 por acre anualmente. Okzam afirma que um produtor com um campo de 100 acres poderia recuperar o custo do pulverizador inteligente dentro do primeiro ano de uso.

Além disso, o dispositivo consegue mostrar retornos ambientais importantes, como economia de água e redução no desperdício de defensivos químicos. A equipe também está trabalhando para desenvolver um kit de pulverizador inteligente que possa ser instalado em quase qualquer pulverizador, o que reduziria a despesa adicional para utilizar essa nova tecnologia.

“Prevenir a poluição ambiental por pesticidas de ar ou de água deve ser tão importante hoje quanto controlar pragas, se não mais importante. A tecnologia empregada no pulverizador inteligente é um exemplo de alcançar ambos: controle satisfatório de pragas e a redução do risco associado à poluição do meio ambiente com pesticidas”, finaliza.

Por: AGROLINK