Notícias Cotrisoja

Fique por dentro do que acontece no mercado agrícola regional, nacional e internacional

10/05
Lançamento do Plano Safra é antecipado em mais de um mês

Lançamento do Plano Safra é antecipado em mais de um mês

O lançamento do Plano Safra foi antecipado em mais de um mês esse ano. O governo divulgou os recursos e as taxas de juros para a agricultura empresarial e a familiar.

O lançamento do plano da agricultura familiar foi acompanhado por representantes de movimentos sociais e por pequenos agricultores. Os números foram anunciados pela presidente Dilma Rousseff.

Para a próxima safra serão R$ 30 bilhões para financiar as linhas de crédito a partir de julho deste ano, R$ 1,1 bilhão a mais do que no ano passado.
Os juros foram mantidos e ficarão abaixo da inflação: entre 0,5% e 5,5% ao ano. A novidade é que os agricultores que produzem alimentos sem agrotóxico e que integram a cesta básica poderão contratar recursos do Pronaf com taxas de 2,5% ao ano.

“Nós estamos estimulando a produção de alimentos orgânicos, agroecológicos que promovam a saúde e a vida das pessoas e estimulando também práticas boas, saudáveis de conservação do solo, de energias renováveis”, declara Patrus Ananias, ministro do Desenvolvimento Agrário.

Os jovens ganharam um plano só para eles. Até 2019, 30% dos lotes da reforma agrária serão destinados a quem tem até 29 anos.

“Quem produzirá alimento para os próximos 10,15,20 anos, se nós não tivermos políticas de incentivo a nossa juventude rural?”, questiona Alberto Broch, presidente da Contag.

Também nesta semana, foi lançado o plano agrícola e pecuário para 2016/2017. Serão mais de R$ 202 bilhões para médios e grandes agricultores, 8% a mais em relação à safra anterior.

O setor vai ter um aumento de 20% nos recursos para custeio e comercialização. Ao todo, R$ 115, 8 bilhões, com juros subsidiados.

“Nós optamos em aumentar no ano de crise, como foi no ano passado e como foi este ano, em ano de ajuste fiscal aonde é natural o arrefecimento nos investimentos, nós optamos para aumentar o recurso da bicicleta que tem que girar. O que é a bicicleta? É o custeio, é a safra”, diz Kátia Abreu, ministra da Agricultura.

Fonte: Globo Rural