Notícias Cotrisoja

Fique por dentro do que acontece no mercado agrícola regional, nacional e internacional

04/08
Exportações do agronegócio: mais de 70% das vendas externas do RS

Exportações do agronegócio: mais de 70% das vendas externas do RS

As exportações do agronegócio gaúcho totalizaram US$ 3,562 bilhões no segundo trimestre de 2016, valor que corresponde a 72,8% das vendas externas totais do Estado. Na comparação com igual período de 2015, o valor exportado apresentou leve alta de 0,2%, registrando crescimento de 6,0% em volume e queda de 5,5% nos preços.

O economista da FEE Sérgio Leusin Jr. avalia que historicamente o segundo e terceiro trimestres concentram aproximadamente 2/3 das exportações totais do agronegócio gaúcho. “Esse resultado é explicado pela dinâmica das vendas de grãos, sobretudo da soja, colhidos na safra de verão”, afirma.

Os cinco principais setores exportadores no período foram soja, carnes, fumo e seus produtos, produtos florestais e couros e peleteria. Os destaques negativos ficam por conta dos setores de cereais, farinhas e preparações e do complexo soja. “Grande parte do movimento no setor de cereais, farinhas e preparações é explicado pela queda nas exportações de trigo, produto com maior retração nas vendas do período. As exportações do trigo se concentram tradicionalmente no primeiro e, em menor grau, no último trimestre de cada ano”, explica Leusin. O pesquisador avalia que, apesar da redução da área plantada em 2016, as condições climáticas estão contribuindo para a melhora no rendimento por hectare e o crescimento da produção do cereal. “Se esse quadro for confirmado, o volume embarcado de trigo poderá crescer no segundo semestre”, projeta.

Em relação à soja, os dados revelam queda no valor exportado de todos os seus produtos (grão, farelo e óleo), mas foi o óleo de soja o principal responsável pelo desempenho do setor. No caso da soja em grão, apesar da queda em valor verificada no trimestre, foram exportadas 5,1 milhões de toneladas no acumulado do ano, quantia 3,2% maior que no mesmo período do ano passado. Leusin pondera que ainda são esperados para esse ano o embarque de aproximadamente mais cinco milhões de toneladas e então a projeção é de um pequeno crescimento do volume exportado de soja em grão em 2016. “A safra de soja deste ano é estimada em 16,3 milhões de toneladas, quantidade 3,8% superior à de 2015. Tendo em vista que nos últimos anos aproximadamente 60% da safra foi exportada sem processamento e o movimento dos embarques no primeiro semestre”, aponta.

Os principais destinos das exportações do agronegócio gaúcho no segundo trimestre foram China, União Europeia, Irã, Estados Unidos, Coreia do Sul, Paquistão e Rússia. Esses sete destinos responderam por 73,3% das exportações gaúchas do agronegócio.

Fonte: Fundação de Economia e Estatística (FEE)