Notícias Cotrisoja

Fique por dentro do que acontece no mercado agrícola regional, nacional e internacional

18/10
Excesso de chuvas: riscos e danos para a cultura da soja

Excesso de chuvas: riscos e danos para a cultura da soja

A germinação das sementes e a emergência das plântulas podem ser seriamente prejudicadas pelo excesso de água no solo, não só pelo dano de embebição às sementes, mas, também, pela falta de oxigênio, de vez que os processos bioquímicos envolvidos são majoritariamente aeróbicos.

Durante o período reprodutivo a planta de soja atinge sua máxima taxa fotossintética, em meses muito chuvosos, grande parte dos dias ficam nublados e a radiação fotossinteticamente ativa (RFA) é drasticamente reduzida pelas nuvens. Com isto, as plantas reduzem sua capacidade produtiva, o que resulta em menor produtividade.

Chuvas excessivas e prolongadas a partir do final do enchimento dos grãos até a maturação da soja propiciam o aparecimento de danos às vagens e aos grãos. Observa-se incidência de sementes germinando nas vagens e a consequente abertura dessas vagens. Os grãos podem se tornar ardidos ou apodrecidos nas vagens

Fonte: Canal Rural