Notícias Cotrisoja

Fique por dentro do que acontece no mercado agrícola regional, nacional e internacional

18/07
Estatuto Cotrisoja é tema de encontro entre as integrantes do Comitê

Estatuto Cotrisoja é tema de encontro entre as integrantes do Comitê

Mais um encontro foi proporcionado às integrantes do Comitê a Força da Mulher Cotrisoja. Desta vez, atendendo ao pedido do grupo, a Cooperativa disponibilizou a participação do Auditor Erní Dickel. O profissional da Dickel e Maffi Auditoria e Consultoria, apresentou e explicou o Estatuto da Cotrisoja para as líderes. A reunião aconteceu na sede da Afuco, em Tapera, no dia 17 de julho.

Conhecer mais sobre o funcionamento interno da Cooperativa foi um dos desejos manifestados pela Liderança Feminina nos últimos encontros. Dickel, acredita se tratar de uma iniciativa pouco comum e que por esta razão, tanto o grupo de mulheres quanto a Coopertiva, estão de parabéns: “Foi muito bom estar com esse grupo de líderes para falar sobre um assunto tão importante. O Estatuto Cotrisoja é o que regula o funcionamento, as atribuições, as responsabilidades e os poderes. Este material, foi elaborado com a efetiva participação do quadro social, quando discutiram e aprovaram o documento em Assembleia Geral. Recebi com muita satisfação o convite para falar com o Comitê, pois certamente carregam com isso o interesse em conhecer melhor a Cooperativa, o que é muito bom”.

Para o Auditor, um dos valores mais importantes da Cotrisoja é a transparência: “São estas atitudes, este comportamento da Cooperativa na sua relação com o quadro social, nesse momento representado pelas mulheres, que revela uma atitude de transparência, de abertura, de que a Cotrisoja não tem nada a esconder e que está ai para o associado revisar, discutir e até reconstruir, se necessário”.

Sobre a participação na Cotrisoja, Erní explica que a Dickel e Maffi, realiza o trabalho de auditoria, que tem por responsabilidade maior, emitir um relatório de opinião sobre o conjunto de demostrações contábeis: “Logicamente que para conseguir atestar o conjunto todo de números, é preciso que sejam desenvolvidos muitos trabalhos, uma quantidade muito grande de procedimentos. Ao longo do ano, aplicamos estes procedimentos para chegarmos ao final e nos sentirmos confortados e em condições de emitir uma opinião sobre aquele conjunto de demostrações de números que a Administração leva para o processo de prestação de contas na Assembleia Geral. Nos esforçamos para contribuir da melhor forma com a Cooperativa”.
O presidente do Conselho de Administração da Cotrisoja, José Gilberto Seibel, destaca que o crescente interesse das associadas nas ações da Cooperativa, reflete o ótimo trabalho que vem sendo desenvolvido com o grupo da Liderança Feminina: “É gratificante ver as mulheres buscando mais informações e mais conhecimento a respeito da nossa Cooperativa e do cooperativismo. Isso é um sinal de grandeza por parte das mulheres, pois estão cada vez mais capacitadas para enfrenta informações que muitas vezes não são verdadeiras. Com conhecimento, elas também estão se preparando para integrar a Liderança, os Conselhos Fiscal e Administrativo e assim por diante. O espaço está aberto e o que estamos vendo do Comitê, é que com todo este interesse, estamos em um momento mais confiante e que, com certeza, vai trazer muitos resultados positivos, para as mulheres e também para a Cotrisoja”.

A associada Ana Caroline Kolling, de Selbach, falou sobre a importância da troca de informações: “Foi um encontro proveitoso, onde com toda certeza absorvemos novos conhecimentos. Ouvimos sugestões, anseios de cada região e este é um passo fundamental pra cada um crescer, tanto em nossas profissões, quando dentro da nossa Cotrisoja”.

Mara Spiering, associada de Quinze de novembro, falou que o tema abordado veio ao encontro dos objetivos que norteiam o grupo: “Principalmente nós que pertencemos às unidades arrendadas, sentimos a necessidade de conhecer melhor a Cooperativa. O Auditor foi muito feliz nas explicações, nos deixou bem informadas e deu um esclarecimento amplo de como é o Estatuto da Cotrisoja. Saber como a Cooperativa é administrada, como ela funciona, a proximidade com o associado, me deixou mais segura e próxima do que esperamos da Cotrisoja, que é esta transferência de tudo o que acontece entre Cooperativa x associados. Com certeza, se algum associado tiver dúvidas ou quiser algum esclarecimento sobre o Estatuto ou sobre o Regimento, nós mulheres, como representantes do Comitê nas nossas localidades, temos o direito e a obrigação de repassar o que aprendemos e deixar este associado muito bem informado também”.