Notícias Cotrisoja

Fique por dentro do que acontece no mercado agrícola regional, nacional e internacional

22/12
Especialistas comemoram liberação do Benzoato de emamectina contra Helicoverpa

Especialistas comemoram liberação do Benzoato de emamectina contra Helicoverpa

“O benzoato tem sido mais um aliado na estratégia dos produtores rurais, que têm adotado o manejo integrado da praga ao realizar constante monitoramento das lavouras e utilização correta dos defensivos agrícolas”. A afirmação é do presidente do Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), Mauricio Saito.

Ele comemora a liberação do Benzoato de emamectina pelo governo federal, que modificou os critérios para renovação do prazo de emergência fitossanitária no Brasil. De acordo com o dirigente, a decisão proporciona um controle mais eficiente às lavouras com surto de Helicoverpa armigera.

A Famasul destaca que o benzoato de emamectina é liberado em 70 países, inclusive pela União Europeia. A região é conhecida por seu rigor e conservadorismo em termos de legislação. Além disso, é uma zona de frio rigoroso, que sequer registra a mesma quantidade de problemas nas lavouras como os países tropicais.

O consultor técnico do Sistema Famasul Clóvis Tolentino afirma que a decisão do governo representa um avanço: “A aplicação do benzoato é uma das práticas que deve ser associada ao controle, o produtor precisar adotar uma série de medidas para minimizar os efeitos da praga. É importante destacar que o benzoato apenas não é a única medida de combate à Helicoverpa, apesar de sua importância”.

O pesquisador da Fundação Chapadão Germison Vital tem opinião semelhante. “É uma forma de rotacionar modos de ação de inseticidas. É um defensivo eficiente em Helicoverpa, reconhecido mundialmente”, conclui o especialista.

Fonte: Agrolink