Notícias Cotrisoja

Fique por dentro do que acontece no mercado agrícola regional, nacional e internacional

18/08
Departamento Agrícola Cotrisoja participa de viagem técnica em Rio Grande

Departamento Agrícola Cotrisoja participa de viagem técnica em Rio Grande

Nos dias 14 e 15 de agosto, integrantes do Departamento Agrícola, Direção e Presidência da Cotrisoja, estiveram no município de Rio Grande realizando visitas Técnicas. O roteiro inclui passagem pela indústria de calcários Dagoberto Barcellos, pela unidade logística da CCGL – Complexo Portuário TERMASA / TERGRASA – CPTT e também pela Timac Agro Iindústria e Comercia de fertilizantes.

Para o Diretor Comercial Délcio Carlotto, visitações como estas são pertinentes para que a Cooperativa tenha a oportunidade de verificar “in loco” a qualidade das tecnologias que são repassadas aos associados. “A nossa visão referente a esse tipo de atividade com a área técnica e com algumas lideranças da Cooperativa é muito importante porque vamos ”in loco” verificar os produtos e as tecnologias que existem e que estão inseridas nos produtos que nós trabalhamos. Chamou a atenção as tecnologias atuais utilizadas na extração, industrialização e controle de qualidade do calcário. A Cotrisoja trabalha com empresas que são referencia, que é o caso da Dagoberto Barcelos, onde pudemos comprovar o profissionalismo e a qualidade que esta empresa coloca no calcário.”

Dagoberto Barcellos S.A. – É uma das pioneiras na produção de cal para construção e calcário agrícola. Seu parque industrial abriga três fábricas de calcário com capacidade de produção de mais de 1 milhão de toneladas/ano, uma moderna fábrica de cal para construção com capacidade de produção anual de 160 mil toneladas. Atualmente, a empresa detém 70% do mercado gaúcho de cal e 30% do mercado de calcário. A qualidade dos produtos DB é atestada pela certificação ISO 9001 e diariamente monitorada através de análises de amostras dos produtos, em laboratório próprio.

Sobre a passagem pelo porto de Rio Grande, onde a visitação aconteceu nos terminais pertencentes à CCGL, Carlotto destacou a oportunidade de conhecer o processo de logística da soja. “Tivemos a oportunidade verificar também todo o processo de chegada, descarga e carregamento em navios, do principal produto de exportação e faturamento da Cooperativa, que é a soja.”

Logística CCGL – O Complexo Portuário TERMASA / TERGRASA – CPTT conta com sistema informatizado de operações, empresa certificadora de qualidade, descarga automatizada com nove tombadores para caminhões, pátio para 300 veículos e 100 vagões, sete moegas ferroviárias, cais coberto para três barcaças, quatro torres de descarga de barcaças. Possui sistema de secagem e limpeza de grãos com capacidade de 100 toneladas/hora.

Também estivemos visitando a Timac Agro, empresa de fertilizantes, considerada hoje uma das fábricas mais modernas do ramo. Pudemos verificar que, em nível de tecnologia, a empresa entrega exatamente o que nos vende e nós conseguimos repassar todos estes benefícios aos produtores. Com esse roteiro de visitação, pudemos trazer mais conhecimento e a confirmação das tecnologias que nós estamos hoje transferindo e levando para os nossos associados.” destacou o Diretor Comercial.

Para o Vice-presidente da Cooperativa Hermes Pedersen, estreitar os laços com os colaboradores da Cooperativa foi um dos pontos fortes da viagem. “O que marcou mais par mim foi a oportunidade de passar dois dias, lado a lado com alguns colaboradores da Cooperativa. Outro ponto positivo foi reafirmarmos a parceria que a Cotrisoja tem com empresas idôneas.

Acredito que foi uma viagem de grande importância para estreitar a ligação entre a Cotrisoja, fornecedores e parceiros das áreas de insumos e comercialização de grãos. Uma viagem que agrega muito em conhecimento, possibilitando a toda área técnica, gerentes e demais colaboradores envolvidos, o entendimento dos processos de produção e estruturação das empresas que demostraram seus diferenciais em tecnologia, qualidade e organização que disponibilizam em benefício do produtor rural. Tivemos a oportunidade de conhecer para trazer as informações aos associados, finalizou Marcelo Marangon, Gerente da Unidade de Selbach.