Notícias Cotrisoja

Fique por dentro do que acontece no mercado agrícola regional, nacional e internacional

29/10
Cotrisoja adere ao Outubro Rosa

Cotrisoja adere ao Outubro Rosa

Uma tarde com muita informação foi proporcionada ontem (28) às colaboradoras da Cotrisoja. Em adesão ao movimento Outubro Rosa, a Cooperativa levou até a sede da Afuco em Tapera, a médica Vani Lunardi Di Fante, Especialista em Saúde da Família e da Comunidade.

O movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades. A popularidade do Outubro Rosa alcançou o mundo de forma bonita, elegante e feminina, motivando e unindo diversos povos em torno de uma causa nobre.

Durante a palestra ” Câncer de mama: prevenção e diagnóstico precoce”, as presentes tiveram a oportunidade de fazer perguntas e esclarecer dúvidas sobre o assunto. “A palestra foi muito proveitosa, uma oportunidade de esclarecermos dúvidas sobre o câncer de mama. A Cotrisoja proporcionou para nós colaboradoras um momento de cuidado com nós mesmas que muitas vezes, devido a correria do dia a dia, acabamos deixando de lado ou esquecendo”, comenta a colaboradora Neuza Monteiro, da unidade de Mormaço.

Por não existir uma causa específica para a doença, os especialistas apontam alguns fatores de risco que podem levar ao desenvolvimento desse tipo de câncer. Os principais indicativos são:

• Ser mulher;
• Idade – mulheres acima dos 50 anos correm mais risco;
• Histórico familiar (parentes que já tiveram a doença);
• Não ter filhos ou ter depois dos 30 anos;
• Elevado consumo de álcool (uma dose diária);
• Excesso de peso (gordura na região abdominal);
• Falta de exercícios físicos;
• Ciclo menstrual: mulheres que começaram a menstruar cedo (antes dos 12 anos) ou que entraram na menopausa após os 55 anos têm risco ligeiramente maior de ter câncer de mama;
• Tratamento com dietilestilbestrol: no passado, grávidas tomaram essa droga para reduzir o risco de aborto espontâneo. Mais tarde descobriu-se que o medicamento tinha efeitos teratogênicos (causando más-formações) e carcinogênicos.

Sintomas

No Câncer de mama, o sintoma mais comum é o aparecimento de um caroço na mama.
Os outros sinais da doença são:

• Irritação da pele ou aparecimento de irregularidades na pele, como covinhas ou franzidos, ou que fazem a pele se assemelhar à casca de uma laranja;
• Dor no mamilo ou inversão do mamilo (para dentro);
• Vermelhidão ou descamação do mamilo ou pele da mama;
• Saída de secreção (que não seja leite) pelo mamilo;
• Caroço nas axilas.

Prevenção

Para diminuir a chance do desenvolvimento do câncer de mama, as mulheres devem tomar alguns cuidados, tanto na fase fértil como na menopausa.
Os cuidados devem ser:

• Boa alimentação: evitar gordura animal e privilegiar verduras que contenham princípios antiproliferativos, como brócolis e repolho;
• Realizar exercícios físicos de modo continuado (correr, andar, nadar);
• Quando tiver filhos, amamentar por um longo período;
• Mulheres na menopausa devem realizar a reposição hormonal, sob orientação e acompanhamento do seu médico.

A campanha da Cotrisoja demonstra a preocupação e o cuidado com a saúde das colaboradoras e tem como objetivo fortalecer as recomendações para o diagnóstico precoce e rastreamento de câncer de mama indicadas pelo Ministério da Saúde, desmistificando crenças em relação à doença e às formas de redução de risco e de detecção precoce. A médica Vani, comenta a importância do evento. “Esses eventos são o reconhecimento do que o profissional está dando para aquela empresa. A Cotrisoja está percebendo que tem que cuidar do seu colaborador, então prá mim que sou profissional de saúde é muito importante, afinal é muito melhor trabalharmos com uma política de prevenção”

DSCF7283

DSCF7284

DSCF7286

DSCF7290

DSCF7292

DSCF7296